terça-feira, janeiro 31, 2006

FOGO E GLÓRIA

Percorrendo com os olhos o azul profundo
Atravessando o mar das nossas vontades
Na linha misteriosa do horizonte
O Poderoso Sol...

Fogo e Glória
Que após despida a Alma
São tão-somente
O desejar
O imaginar
O amar-se...

Fogo e Brilho
Lindos de observar à distância
Magia que queremos tomar nas mãos
Tão sublimes que desejamos serem só nossos...
Mas não queimam se nos aproximarmos demais?!


11 Comments:

Blogger ☆Fanny☆ said...

Perfeita sintonia entre a imagem e o poema! Simplesmente MARAVILHOSO!

Sabes? Quando ousamos atravessar o mar das nossas vontades, podemos ter surpresas encantadoras...

Um beijinho*

Fanny

31 janeiro, 2006 15:02  
Blogger a.v said...

perfeito
o brilho do fogo onde se imagina o amor

obrigada pela tua visita

beijos

31 janeiro, 2006 16:32  
Blogger Rolf said...

Hi! The temperature goes up and down, from minus 10 to plus 12 degrees almost every week. It's a mess, rain one day and show next day..

31 janeiro, 2006 16:53  
Blogger MacLord said...

Fogo ardente que percorre os limites do Universo.
Fogo radioso que ilumina os Caminhos traçados pelos pés dos Caminhantes.

Fogo que as mãos Tocam sem as Queimar.
Fogo que Percorre os Actos e os Sonhos.

Fogo que no Inverno Aquece os Corpos.
Fogo em Glória Transformado
Glória Ardente que ateia a Chama.

Fogo que Consome.
Fogo que Cria.
Fogo que Mata.

Fogo que em Glória Percorre os Mundos que Ousamos Sonhar e Agarrar nas Mãos.

E numa Bola de Fogo nos Tornamos quando com os Olhos Fechados Caminhamos em direcção á Linha do Horizonte onde por Fim nos Encontramos.

BB
)O(

31 janeiro, 2006 20:38  
Blogger MariKato said...

Com o que eu li de voce e de MacLord, podiam fazer um curto. MA RA VIL LHO SO o que voces escreveram.

Um beijo

31 janeiro, 2006 20:52  
Blogger tree4five said...

Puramente lindo de ler em sinfonia com esta musica.

01 fevereiro, 2006 10:53  
Blogger MariKato said...

TITI,

tenho um video engraçado no meu ultimo post. Te espero.!!

01 fevereiro, 2006 13:49  
Blogger AS said...

Perante o fascínio do brilho, da lus e do sonho, por vezes vale a pena o risco!...

Beijosss

01 fevereiro, 2006 15:58  
Blogger Ana P. said...

Quando perpetuamos sonhos e os sonhamos, sentimo-nos vivos. Quando nos queimamos no fogo do amor, sentimo-nos renascer a cada instante....

Adorei o teu cantinho
Voltarei
Jinhus
Ana

01 fevereiro, 2006 18:50  
Anonymous Dr said...

I've liked your poems.Keep it up Titania!

03 fevereiro, 2006 16:37  
Anonymous mfn said...

Olá Titanicamente,
Neste teu poema de linhas curtas e profundas, difícil será acrescentar algo que aqui não esteja patente. É tão abrangente este formidável pensamento que, o brilho, sol, fogo e magia, são “tão sublimes” que chegariam para alegrar qualquer uma ou não perdida alma deste “imaginário” mundo terreno de glórias e inglórias alcançadas.
A vida é uma linha que escrevemos, mais longa ou menos longa, com mais brilho ou não. A paleta de cores do nosso sol é-nos estampada segundo o nosso mesmo preparo… o fogo do nosso amor pela vida e pelos mais… a glória que não queremos viver afastados… a magia, o brilho e o poderoso sol, que queremos muito abraçar nos todos momentos que agarramos pelas linhas horizontais e verticais da corda bamba da vida. Somos o que queremos, atingindo o que não necessitamos para, nos aproximarmos velozmente do irremediável sentimento da incerteza.
Mais um lindo poema, Titanicamente.

Um bj,
mfn

05 fevereiro, 2006 23:15  

Enviar um comentário

<< Home


Druidess Druid