domingo, outubro 15, 2006

ÂNCORA

Na espiral voraz do oceano da Vida
Por entre o lençol de nuvens que o vento impele
Na tormenta que arrasa como tornado
No sufoco dos sentidos que a dúvida motiva
Sou âncora

Nas noites de borrasca e céu cinzento
Na nortada salgada que do mar nos varre
Em momentos de incerteza e inquietação
Nas ondas alterosas em que o barco adorna
Sou âncora

Nas correntes que amarram o batel ao destino
No remoinho das marés que o afastam do porto
No instante em que a intempérie afoga a razão
No vendaval de palavras que na cabeça ecoam
Sou âncora

Âncora de elos resistentes e gastos
Refúgio de correntes calcinadas
Gruta de silêncio e compreensão
Mão de energia e vontade
Âncora…

Sou fim e sou princípio
Sou esperança e sou mudança
Sou luta e sou paz
Sou corrente e sou prisão
Sou caminho e sou paragem
Sou força e sou fraqueza
Sou coragem e sou medo

Sou árvore, abrigo e cais
Sou tudo e não sou nada
Sou âncora de barco sem amarras…


16 Comments:

Anonymous mfn said...

Olá Titanicamente,

sempre uma âncora seremos...
Capazes ou não de barrar as forças que desejamos parar, é o desafio que temos que afirmar vencer. Estou certo que, se estamos conscientes das forças das águas e dos ventos que atravessamos ou, nessas forças descansamos, âncoras seremos fortes o suficiente para o nosso barco segurar ao porto que pretendemos abarcar...

Tal e qual foste "âncora" brilhante, neste teu "âncora" para todos nós, que gostamos de te ler e refectir...

Continua com este teu porto bem seguro.

Beijinhos,
mfn

16 outubro, 2006 22:24  
Blogger beta said...

És Força!!

Beijinho

17 outubro, 2006 19:44  
Blogger * White Roses Princess* said...

lindo poema...gxto tanto de poemas k afirmem o ego... incrivel mm..


**********************

* White Roses Princess*

18 outubro, 2006 20:44  
Blogger Bruxinhachellot said...

Ser âncora é ter a firmeza de saber o que deseja.

Beijos sonhadores.

19 outubro, 2006 12:13  
Blogger MacLord said...

Enrolo o corpo nessa âncora
Com as mãos procuro o sólido ferro que ela oferece
Procuro sentir no corpo a força da âncora que me faz ainda querer acreditar que vale a pena
Seguro a âncora, acredito que a força regressará e que os Sonhos são Mágicos e que para lá do Horizonte a Fogueira arde.

Ãncora Sagrada
Âncora que na Deusa eu Procuro
Âncora que em Cernunos eu Desesjo
Âncora que me resta

Nessa âncora que lanças procuro a força, procuro a razão que possa justfcar ainda a vontade de sorrir.

(Saiu assim...mas entendes o porquê! Nem sempre consigo colorir o mundo em tons de azul com a melodia dos pássaros)

BB
)O(

19 outubro, 2006 17:41  
Blogger Francieli Rebelatto said...

Uma âncora, sim acho que é um grande desafio ser, âncora,ser porto seguro, ser a condução de muitas ondas que nos querem levar para longe...Tuas palavras... são âncoras e me prendem nesse momento entre tuas poesias...

Mas vou-me..beijos

20 outubro, 2006 05:04  
Blogger Carlos Thor said...

Belíssimo!!!

Tinha imensas Saudades de ler algo que me relembrasse a Força que existe em cada um de nós!

ADOREI a imagem e texto que Tanta garra dão ao sentido do teu ser!

Avivaste em mim o que por vezes esqueço e nao devia.

Nunca percas essa capacidade de resurgir para a Vida!

A Eternidade é a maior Ambição!

Grande Ancora!

Beijinhos!

20 outubro, 2006 11:19  
Blogger Ana P. said...

Ancora num barco sem amarras....

20 outubro, 2006 15:04  
Blogger Bruno said...

He gustado contigo ese voraz océano de vida que te acompaña en el silencio, ese torrente de palabras que traduces en poesía...

Sin coraje y sin fuerza, nos perdemos de hacer tantas cosas siempre lindas de soñar.

Baci,

Bruno

22 outubro, 2006 22:57  
Blogger ≈♥ Nadir ♥≈ said...

Titania querida,
Tenho tido tão pouco tempo...
É sempre um prazer passar por aqui e deliciar-me com as tuas palavras...
Não podia sair sem deixar votos de uma boa semana.
Beijos

23 outubro, 2006 17:19  
Blogger Luigi said...

são mais qdo que simbolismos, as palavras que relacionaste com a âncora. São lições da alma, da vida, da natureza que nos rodeia. Esa é a missão de uma âncora , mostrar-nos o que pode existir entre um inicio e um fim.

no meu blog tenho lá um video de uma musica que conheces muito bem :)

23 outubro, 2006 18:40  
Anonymous zilko said...

Hi Titania... :) How r ya?? It's finally holiday here... :D

24 outubro, 2006 16:53  
Blogger Delfim Peixoto said...

é bom ser âncora, mas por vezes é bom sermos um barco desancorado...
bjs ternod

25 outubro, 2006 12:03  
Blogger ... said...

Olá Titanicamente!
Já há algum tempo que não te vinha ler, e valeu a pena..
mt giro!
Bjs

Lammazze

25 outubro, 2006 21:52  
Blogger floca said...

Afinal ainda há actividade na blogosfera :)
Muito giro!

09 novembro, 2006 11:28  
Anonymous Anónimo said...

Sympas ton blog.
Je te laisse mon blog pour venir y faire un tour. http://etheldreda.oldiblog.com
Bonne continuation.
audrey (france)

12 novembro, 2006 10:08  

Enviar um comentário

<< Home


Druidess Druid